Check up: entenda pra que servem os principais exames e qual sua importância

O câncer colorretal - ou câncer de intestino -  é uma das 10 formas de câncer mais comuns no Brasil, de acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA). Essa doença é traiçoeira, pois os sintomas do câncer colorretal muitas vezes só aparecem em estágios avançados da doença e os fatores de risco são algo para você ficar atento, pois o câncer colorretal pode levar ao óbito

Por esse motivo os cuidados em relação ao intestino precisam ser maiores nos dias de hoje.

Porém, embora o câncer colorretal seja uma doença que pode causar a morte, é possível até mesmo se curar, caso detecte o câncer nos estágios iniciais.

Mas antes de falarmos sobre como prevenir vamos entender o que é câncer colorretal.

O que é câncer colorretal

O câncer colorretal é quando aparecem células tumorais, que causam câncer no intestino.

Com isso se desenvolve um tumor no intestino grosso, local onde ficam as fezes.

Embora seja possível raramente o câncer colorretal se desenvolve no intestino delgado.

Na grande maioria dos casos o câncer se desenvolve no intestino grosso.

Esse tipo de câncer já é o segundo tipo de câncer mais comum entre as mulheres e o terceiro mais comum entre os homens.

Portanto é importante abrir os olhos e se prevenir do câncer de intestino.

Diagnóstico do câncer de intestino

O câncer colorretal é uma doença traiçoeira.

Pois ela pode se desenvolver de maneira considerável sem que a pessoa tenha sintomas.

Por esse motivo diagnosticar cedo o câncer colorretal é um fator essencial para um tratamento bem-sucedido.

Sendo assim é importante que você faça regularmente consultas médicas e realize exames de rotina.

Algo comum entre as vítimas fatais do câncer colorretal é que eles em geral nunca fizeram exames preventivos nem tinham o hábito de se consultar regularmente.

Esse comportamento de não ir ao médico com frequência dificulta o diagnóstico nos estágios iniciais da doença, e isso deixa as chances de cura menores.

Exames que auxiliam no diagnóstico do câncer colorretal

Após o médico realizar de forma detalhada a anamnese – que é a entrevista feita com o paciente buscando um diagnóstico preciso – ele irá recomendar alguns exames para detectar ou não o câncer colorretal.

Dentre esses exames, o principal para o diagnóstico do câncer de intestino é a colonoscopia, pois ela permite visualizar a camada de revestimento interno do intestino grosso.

É possível também fazer a biópsia, que é quando um fragmento da lesão é retirado para ser analisado depois.

O toque retal, mesmo que não seja tão sofisticado, ainda é um exame importante para diagnosticar lesões intestinais.

Pois através dele podemos detectar 50% dos tumores localizados no reto e no canal anal.

A ultrassonografia endoscópica, a tomografia computadorizada, a ressonância magnética, o PET-TC e o enema opaco também são exames utilizados para diagnosticar o câncer de intestino.

Fatores de risco para o câncer de intestino

  • Idade acima de 60 anos
  • Parentes de primeiro grau com câncer de intestino
  • Síndromes genéticas (PAF e HNPCC)
  • Doença inflamatória crônica do intestino
  • Consumo excessivo de bebida alcoólica e gordura animal
  • Tabagismo
  • Sedentarismo.

Cientistas estimam que 75% dos casos de câncer de intestino não têm relação com fatores genéticos

Isso quer dizer que na grande maioria dos casos a doença se desenvolveu a partir de agentes cancerígenos sobre a mucosa intestinal.

Sintomas do câncer de intestino

  • Presença de sangue nas fezes
  • Cólicas no abdome
  • Sensação de inchaço no abdome
  • Perda de peso sem razão aparente
  • Cansaço e fadiga.

Medidas para prevenir o câncer colorretal

  1. Pratique atividades físicas

A pratica de exercícios físicos pode diminuir o risco de acometimento de câncer de intestino em até 50%.

Como a prática regula o trânsito intestinal, o contato de cancerígenos com as células do intestino é minimizado.

  1. Evite ingerir gordura animal

A gordura animal tem sido considerada uma grande vilã para a saúde do intestino.

Estudos indicam que altas concentrações de ferro na carne vermelha poderiam ser causa do maior risco de desenvolvimento do câncer colorretal.

Já que este mineral está envolvido na síntese de radicais hidroxila, que podem causar danos às células do intestino.

Portanto, evite ingerir gordura animal se você pretende se prevenir do câncer colorretal.

  1. Procure ingerir alimentos naturais

O alto consumo de alimentos naturais como frutas e legumes desempenha um papel protetor no intestino.

O alto teor de nutrientes e de outras substâncias benéficas faz com que diminuam as chances de formação de cancerígenos.

  1. Consulte um médico regularmente

Fazer consultas e exames com frequência é essencial para evitar e tratar diversas doenças. Com o câncer de intestino não é diferente.

Por isso, esqueça o pensamento de que só deve procurar um médico quando se sente mal.

Siga essas dicas e se previna do câncer colorretal.

São medidas simples que trarão mais saúde para a sua vida.

Caso esteja sentindo algum sintoma de câncer de intestino não perca tempo e marque uma consulta com o proctologista da Camim mais próxima de você.

Venha fazer parte dessa família.

Planos a partir de R$72

 

Tenha o melhor custo beneficio. Simule aqui o valor do seu plano.

Venha fazer parte dessa família.

Planos a partir de R$72

 

Tenha o melhor custo beneficio. Simule aqui o valor do seu plano.