Na década de 1990, nos Estados Unidos da América, nasceu o movimento Outubro Rosa.
A história do movimento foi inspirada por um acontecimento em Nova York, em 1990, quando a Fundação Susan G. Komen for the Cure distribuiu laços cor-de-rosa aos participantes da Corrida pela Cura. Desde então, a campanha foi tomando força e passou a ocorrer anualmente.
Todas as ações durante a campanha Outubro Rosa são promovidas para alertar sobre a prevenção do câncer de mama. Através de eventos técnicos, debates, palestras, recursos educativos e apresentações sobre o tema, a campanha visa compartilhar informações, promover a conscientização, proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento e reduzir o número de óbitos.
Este ano, o INCA intitulou a campanha com o tema “Câncer de mama: vamos falar sobre isso?”. O intuito é fortalecer as recomendações do Ministério da Saúde e desmistificar concepções em relação ao câncer de mama.
Quando detectado em fase inicial, na maioria dos casos, as possibilidades de tratamento e cura são consideravelmente maiores. Sem contar que, quanto menor for o tempo da doença, menos agressivo será o tratamento.
Após os 20 anos, todas as mulheres devem realizar o autoexame frequentemente, sempre de 3 a 10 dias após o aparecimento da menstruação.
Ainda segundo o Ministério da Saúde, mulheres com idade superior aos 50 anos, devem realizar a mamografia de rastreamento a cada dois anos.
Já a Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM) recomenda que a mamografia seja realizada em mulheres a partir dos 40 anos.
A prevenção é a única forma de combater o câncer de mama e reduzir o índice de mortes.
A prevenção é um ato de amor próprio!
Ame-se, cuide-se!

Nós da Camim estamos juntos no Outubro Rosa.

Gostou do nosso texto? Compartilhe nas suas redes sociais para que os seus amigos também possam conhecer a campanha Outubro Rosa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *