Check up: entenda pra que servem os principais exames e qual sua importância

A pneumonia bacteriana é uma doença pulmonar que traz sintomas comuns, como febre, náuseas e vômitos.

Mais de 2 mil crianças morrem por dia no mundo, vítimas de pneumonias.

De tal forma que essa doença é a principal causa de morte entre crianças de até 5 anos.

Essa doença também preocupa os idosos, já que a pneumonia é uma das principais causas de óbitos em idosos.

Entretanto, não são apenas crianças e idosos que são afetados pela pneumonia bacteriana.

Isto porque essa doença pulmonar pode afetar pessoas que qualquer idade.

O que é pneumonia bacteriana

A pneumonia é uma infecção dos pulmões que afeta regiões como bronquíolos respiratórios e alvéolos.

A pneumonia bacteriana, como o próprio nome indica, é uma forma de pneumonia causada por bactérias.

Esse tipo de pneumonia é caracterizado uma vez que as bactérias conseguem penetrar no espaço alveolar, que é o local onde acontece a troca gasosa.

O espaço alveolar é uma área dos pulmões que precisa estar sempre limpo.

Isto é, sem que haja nenhuma substância capaz de evitar o contato do ar com o sangue.

Existem várias bactérias que podem causar pneumonia, a bactéria mais comum é o pneumococo.

Os principais sintomas de pneumonia bacteriana são sintomas relativamente comuns.

Principais sintomas de pneumonia bacteriana

  • Febre alta
  • Tosse seca, com catarro
  • Dor no tórax
  • Mal-estar
  • Enjoos e vômito
  • Falta de ar e dificuldade de respirar

É muito importante que, especialmente crianças e idosos que estejam com tosse persistente, febre alta e qualquer um dos sintomas listados acima, sejam levados ao médico para iniciar tratamento.

Casos são mais comuns no inverno

O frio em si não causa pneumonia, porém em dias frios nós costumamos ficar em locais com portas e janelas fechadas, e em aglomerações. Isso facilita a transmissão da pneumonia.

Um bom exemplo da razão para a pneumonia ser mais comum no inverno é que os pulmões têm um mecanismo de defesa.

O principal mecanismo é o aparelho mucociliar.

A atividade pulsátil de milhões de cílios sobre as células epiteliais da mucosa, empurram o muco na mesma direção, limpando a mucosa nasal.

Quando está frio esse muco endurece, dificultando o transporte desse muco e consequentemente a limpeza da mucosa nasal.

Diagnóstico de pneumonia bacteriana

O diagnóstico de pneumonia bacteriana pode ser feito através de exame clínico, auscultação pulmonar, que é uma técnica usada pelos médicos para identificar ruídos pulmonares, e radiografias de tórax.

A pneumonia bacteriana pode ser contagiosa em alguns casos, mas as chances de contágio são pequenas.

Ao contrário da pneumonia viral, por exemplo, que é normalmente é contagiosa.

Tratamento

O tratamento da pneumonia depende do estágio em que a doença está. Não são todos os casos que necessitam de internação.

Um importante aspecto para se avaliar a necessidade de internação é saber o nível de oxigênio no sangue.

Para isso existe um aparelho chamado oxímetro, que possibilita saber nível de oxigênio no sangue.

Estando com o oxigênio acima de 95% não é necessário internar o paciente de imediato. É possível iniciar o tratamento com antibióticos via oral e fazer o acompanhamento.

Uma vez que, mesmo estando aparentemente bem, o paciente pode piorar ou ter recaídas.

Em crianças de até 5 anos e idosos o acompanhamento precisa ser ainda mais cuidadoso.

De tal forma que essas pessoas formam o grupo de risco da pneumonia.

Além dos antibióticos é necessário expulsar o agente causador da doença. Por isso é preciso evitar remédios que impedem a tosse.

Em resumo a tosse é um mecanismo de defesa do organismo, ela serve para expulsar impurezas.

Quando você não tosse você atrapalha o processo de se livrar do agente causador da doença.

Além dos antibióticos inalações podem ser usadas para expulsar esse agente, e outros medicamentos para controlar os sintomas, como corticoides, antitérmicos e analgésicos.

Prevenção

Não é possível prevenir totalmente a pneumonia, porém nós podemos tomar medidas que diminuem as chances de pegarmos essa doença.

Uma dica importante para pessoas que tenham doenças pulmonares como asma, é tratar bem essas doenças para impedir que elas evoluam.

Estar em dia com as vacinações é outra maneira de se prevenir.

Lavar bem as mãos e evitar aglomerações também são formas eficazes de diminuir as chances de pneumonia.

E lembre-se sempre de fazer consultas regulares com seus médicos na Camim mais próxima e fazer os exames de rotina.

Não deixe de cuidar da sua saúde.

Venha fazer parte dessa família.

Planos a partir de R$72

 

Tenha o melhor custo beneficio. Simule aqui o valor do seu plano.

Venha fazer parte dessa família.

Planos a partir de R$72

 

Tenha o melhor custo beneficio. Simule aqui o valor do seu plano.