Check up: entenda pra que servem os principais exames e qual sua importância

Doença cardiovascular que atinge 1 a cada 4 adultos brasileiros, de acordo com o Ministério da Saúde, a hipertensão arterial, ou pressão alta, é ainda mais comum em pessoas idosas, acima de 65 anos.

A pressão alta é caracterizada quando os níveis da pressão sanguínea são iguais ou superiores a 140/90 mmHg, ou 14 por 9, como é comumente chamada. A pressão arterial considerada normal é a de 12 por 8.

Mas o que causa a hipertensão? Isso nós iremos descobrir agora.

A hipertensão é uma doença multifatorial, ou seja, existem vários fatores que colaboram para o aparecimento dessa doença.

O fator genético, ou seja, a hereditariedade pode colaborar para o acometimento de pressão alta. Porém, isso não significa que se você não possui um histórico familiar de pressão alta, você não possa desenvolver hipertensão.

Outros fatores podem contribuir para o acometimento da hipertensão arterial, dentre os principais estão: obesidade, má alimentação, sedentarismo, estresse, consumo excessivo de sal e outros fatores.

Fatores que podem causar hipertensão arterial

  • Hereditariedade
  • Obesidade
  • Estresse
  • Má alimentação
  • Sedentarismo
  • Diabetes
  • Colesterol alto
  • Uso de contraceptivos orais
  • Consumo excessivo de sal.

A hipertensão pode causar diversos problemas cardíacos, estando associada a outros problemas graves, como: arritmia, infarto, acidente vascular cerebral (AVC) e outros.

As doenças cardiovasculares em geral são motivos de alerta. Segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde, no ano de 2017 ocorreram 829 mortes por dia e mais de 302 mil óbitos causados por alguma doença cardiovascular.

Existem dois tipos de hipertensão arterial. Quando o indivíduo começa a apresentar uma pressão arterial acima de 14 por 9 ele já está no primeiro estágio da pressão alta, o que seria a hipertensão no primeiro grau.

Quando o indivíduo apresenta níveis de pressão arterial acima de 16 ele já está no segundo grau de hipertensão.

Quanto mais alto for o nível de pressão arterial, maior será o risco de o indivíduo apresentar infarto, acidente vascular cerebral ou até mesmo caso de morte súbita.

Ou seja, a pressão alta está diretamente relacionada a problemas graves de saúde.

Doenças associadas à hipertensão arterial

  • Infarto
  • Acidente Vascular Cerebral
  • Arritmia
  • Insuficiência Cardíaca
  • Perda da Visão
  • Aneurisma
  • Aterosclerose
  • Insuficiência Renal Crônica.

Em geral a pressão alta é uma doença silenciosa, podendo gerar alguns sintomas quando está em um estágio avançado.

Seus sintomas são: dor de cabeça na região da nuca, insônia, irritabilidade, e dores no peito.

Porém é importante que ressaltar que em muitos casos a hipertensão arterial é assintomática, ou seja, não traz nenhum sintoma.

Tratamento

Em alguns casos, especialmente naqueles onde o indivíduo possui hipertensão relacionada ao transtorno de ansiedade, técnicas de relaxamento e acupuntura podem gerar um bem estar, resultando na adequação da pressão sanguínea.

É preciso também que a pessoa se adeque a uma vida saudável, fazendo uma reeducação alimentar e adicionando atividades físicas à rotina. Nos casos dos fumantes é importante largar os cigarros.

Caso nenhum dos tratamentos acima resulte na redução da pressão sanguínea o médico responsável irá prescrever medicamentos para controlar a hipertensão.

Se você se identificou com alguma das informações acima e acha que pode ter hipertensão, não perca tempo. Marque uma consulta com um cardiologista na Camim mais próxima de você.

Venha fazer parte dessa família.

Planos a partir de R$68

 

Tenha o melhor custo beneficio. Simule aqui o valor do seu plano.

 

Venha fazer parte dessa família.

Planos a partir de R$68

 

Tenha o melhor custo beneficio. Simule aqui o valor do seu plano.