Check up: entenda pra que servem os principais exames e qual sua importância

A enxaqueca é uma doença crônica que afeta muitos brasileiros, – especialmente mulheres – podendo tornar desagradável o dia de qualquer pessoa. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que aproximadamente 30 milhões de brasileiros sofram desse distúrbio.

Mas você sabe quais os sintomas e o que causa? É o que você irá descobrir nessa matéria.

A enxaqueca é uma doença de característica genética, que é caracterizada por dores de cabeça localizadas na região frontal ou temporal da cabeça, muitas vezes tendendo para um dos lados da cabeça.

Essas dores de cabeça podem ir de moderadas a fortes.

Porém, se você costuma sofrer de dores de cabeça, não significa que você necessariamente sofra desse distúrbio.

Isso porque a dor de cabeça é apenas um dos sintomas da enxaqueca. Ela pode ser acompanhada também por náuseas, vômito, tontura e intolerância a luz e ruídos.

Principais sintomas

  • Dor de cabeça
  • Náusea
  • Vômito
  • Tontura
  • Intolerância à luz e ruídos.

As crises de enxaqueca têm início após o cérebro ser exposto a estímulos provocadores, esses estímulos são conhecidos como gatilhos.

Situações de estresse, menstruação, pular determinada refeição, ficar em jejum por muito tempo, ingestão de bebidas alcoólicas ou determinados alimentos como queijos fortes, ou salsicha, podem ser gatilhos que causam enxaqueca.

Quando tais estímulos chegam ao cérebro é ativado um nervo chamado de Nervo Trigêmeo. Esse nervo é responsável pelas sensações da cabeça e da face.

Com isso surgem inflamações, especialmente ao redor dos vasos da superfície cerebral, provocando a dilatação desses vasos e ativando as terminações nervosas.

Esse processo culmina na sensação de dor.

Gatilhos causadores da enxaqueca

  • Estresse
  • Jejum prolongado
  • Menstruação
  • Ingestão de alimentos específicos
  • Fumo
  • Alteração na rotina de sono
  • Ingestão de álcool.

A enxaqueca pode acometer pessoas de todas as idades, mas é mais comum em pessoas entre 25 e 45 anos de idade.

Embora homens também sofram de enxaqueca, ela é muito mais comum em mulheres. Podendo ter a menstruação como um gatilho para as crises.

Tratamento

A enxaqueca não tem cura, mas pode ter seus sintomas reduzidos e controlados através de tratamento.

Analgésicos comuns podem gerar bons resultados na redução das dores em casos mais agudos.

Outras formas de tratamento, como a Acupuntura, também podem alcançar bons resultados no alívio da dor.

Porém é muito importante que para que as crises de enxaqueca apareçam com menos frequência, você evite os gatilhos causadores da enxaqueca.

Procure seguir uma rotina de sono que evite grandes alterações, não fique em jejum por muito tempo, e em hipótese alguma pule refeições e procure não ingerir bebidas alcoólicas ou alimentos que lhe causem enxaqueca.

Caso sinta dores muito fortes e não consiga reduzir os sintomas, não perca tempo. Agende uma consulta com o Neurologista na Camim mais próxima de você.

Venha fazer parte dessa família.

Planos a partir de R$68

Tenha o melhor custo beneficio. Simule aqui o valor do seu plano.

Venha fazer parte dessa família.

Planos a partir de R$68

Tenha o melhor custo beneficio. Simule aqui o valor do seu plano.