Câncer de Colo de Útero, conheça seus fatores de risco.

O câncer de colo do útero é um tipo de tumor maligno que, de acordo com o INCA, é o terceiro mais incidente na população feminina. Entenda mais sobre este tipo de câncer, seus fatores de riscos e causas.

Câncer de Colo do Útero

É um tipo de tumor maligno que ocorre na parte inferior do útero. O INCA (Instituto Nacional do Câncer), diz em pesquisa que ele é o 3° mais incidente nas mulheres, perdendo apenas para o câncer de mama e o colorretal.

Tipos

Normalmente são de dois tipos:

  • Carcinomas de células escamosas ocorrem na maioria dos casos e normalmente são ocasionados pela presença do vírus HPV.
  • Adenocarcinomas são cânceres de colo de útero menos comuns, mas que também podem aparecer. 

Em alguns casos, os dois tipos de células podem estar envolvidos em um só caso.

Causas

Ocorre, normalmente, quando há uma mutação genética nas células da região, que começam a se multiplicar de forma descontrolada. Normalmente está relacionada a presença de algum tipos de vírus HPV, que é muito comum em mulheres.

As lesões são tratáveis e curáveis, e só viram um câncer se não forem tratadas por muitos anos. Apesar de não apresentarem sintomas, são facilmente detectadas em exames como Papanicolau, Colposcopia e Vulvoscopia.

Somente o HPV não é o suficiente para gerar um câncer, é preciso ter alguns fatores de risco.

Fatores de Risco

  • início precoce da vida sexual
  • grande quantidade de parceiros sexuais
  • presença de outras DSTs
  • sistema imunológico fraco, principalmente em pessoas que tem alguma condição que interfere na imunidade
  • tabagismo
  • uso prolongado de pílula anticoncepcional (mais de 5 anos)
  • histórico de câncer de colo de útero na família
  • mais de três gestações

Sintomas

O câncer de colo de útero inicial ou mesmo o pré-câncer não costumam apresentar sintomas e são somente detectados pelos exames de rotina das mulheres. 

Em casos mais avançados, costumam causar:

  • sangramento vaginal, seja durante a relação sexual, entre as menstruações ou após a menopausa.
  • corrimento vaginal anormal e com coloração e odor diferente
  • dor na pelve ou durante a relação sexual

Tratamento de Câncer de Colo do Útero

O seu tratamento depende do estado que o tumor se encontra.

Cirurgia

Na cirurgia, os médicos retiram o tecido atacado pelo câncer. Podem tirar também o colo do útero, útero, vagina e linfonodos da região. 

O tipo de cirurgia é escolhido de acordo com o estado (fase) que se encontra o tumor e também é levado em consideração a vontade da mulher em ser mãe, já que a retirada do útero completo impedindo-a de ter filhos.

Radioterapia

Usa radiação para matar as células cancerígenas. Pode ser feita externamente e/ou internamente. Na primeira técnica, um raio é aplicado de fora do corpo, já na interna o material da radioterapia é colocado dentro da vagina por alguns minutos.

Esse procedimento pode fazer com que a menstruação pare, ou que a menopausa comece (caso já se esteja no período pré-menopausa).

Quem tem o desejo de engravidar deve expressá-lo a fim de preservar a fertilidade pós-tratamento.

Quimioterapia

Pode ser feita como um complemento à radioterapia ou para reduzir o tumor antes da cirurgia.

O mais importante é manter as visitas ao ginecologista em dia, fazendo sempre os exames de rotina. Sempre contar ao seu médico todas as pré-disposições familiares e qualquer comportamento isolado diferente do normal.

Venha fazer parte dessa família.

Planos a partir de R$72

 

Tenha o melhor custo beneficio. Simule aqui o valor do seu plano.

Venha fazer parte dessa família.

Planos a partir de R$72

 

Tenha o melhor custo beneficio. Simule aqui o valor do seu plano.