Check up: entenda pra que servem os principais exames e qual sua importância

A varíola dos macacos é uma doença que é transmitida através do vírus monkeypox. Nesse blog você vai saber o que precisa sobre essa doença que infelizmente chegou ao Brasil.

Onde surgiu a varíola dos macacos

Apesar de ser popularmente conhecida como varíola dos macacos, o vírus desta doença veio, na verdade, de roedores que infectaram macacos.

Ou seja, os macacos são tão vítimas quanto os seres humanos.

Essa doença teve seu primeiro registro no continente Africano, mais precisamente em uma criança da República Democrática do Congo, em 1970.

A varíola dos macacos é a nova covid-19?

Apesar de também ser uma doença causada por vírus, a varíola dos macacos possui até o momento uma letalidade bem mais baixa.

Para termos uma noção, até a publicação deste blog tivemos apenas 6 mortes confirmadas pela doença no mundo.

Sendo 5 na África e 1 no Brasil.

Até o começo de agosto de 2022 são cerca de 1300 brasileiros infectados com a varíola dos macacos, de acordo com o Ministério da Saúde, o que faz com que não haja motivo para pânico.

Como acontece o contágio?

O vírus da varíola dos macacos está nas lesões na pele da pessoa infectada.

Portanto, o contato com essa pessoa pode provocar o contágio.

Além disso, o contato com fluidos corporais, gotículas respiratórias, roupas de cama e outros materiais que tiveram contato com uma pessoa infectada, podem causar o contágio do monkeypox.

Ou seja, é altamente desaconselhado abraçar, beijar, ou ter relações sexuais com pessoas infectadas.

Sintomas da varíola dos macacos

  • Bolhas na pele
  • Dor de cabeça
  • Febre acima de 38,5º
  • Dores no corpo
  • Dor nas costas
  • Fraqueza excessiva.

Caso uma pessoa esteja com alguns desses sintomas precisa fazer o exame de PCR para confirmar ou descartar a doença.

Existe vacina para a varíola dos macacos?

Sim. Existe vacina e é a mesma vacina da varíola comum.

Porém, o que acontece é que não existe um estoque de vacinas para varíola suficiente para vacinar a população inteira.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) explicou que pessoas com 50 anos ou menos são têm mais chance de contrair a varíola dos macacos.

Isso porque a vacinação contra a varíola foi interrompida em 1980, ano em que a doença foi erradicada graças a vacinação.

Além disso, pessoas que tiveram contato com pacientes infectados devem ser vacinadas.

Portanto, até a data de produção deste blog, ainda não existe um plano específico para vacinação da população brasileira contra a varíola dos macacos.

Porém, o Ministério da Saúde está verificando os estoques atuais da vacina para confirmar se será necessário atualizá-los.

Como prevenir a varíola dos macacos

Manter as mãos higienizadas, utilizar máscara e principalmente, evitar qualquer contato físico com pessoas infectadas ou com suspeita é essencial para prevenir a varíola dos macacos.

É muito importante que, caso você sinta os sintomas característicos dessa doença, você procure ajuda médica imediatamente.

Venha fazer parte dessa família.

Planos a partir de R$72

 

Tenha o melhor custo beneficio. Simule aqui o valor do seu plano.

Venha fazer parte dessa família.

Planos a partir de R$72

 

Tenha o melhor custo beneficio. Simule aqui o valor do seu plano.