Check up: entenda pra que servem os principais exames e qual sua importância

Você sabe que diabéticos precisam de uma dieta especial. Mas você sabe o que pode e o que não pode comer? Leia esse texto até o fim.

No Brasil existem cerca de 13 milhões de diabéticos, de acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes. Você provavelmente conhece algum diabético.

Vamos entender o que é a diabetes.

O que é diabetes

A diabetes é uma doença que é causada pela baixa produção de insulina ou pela má absorção da insulina.

Por causa dessa condição algumas medidas são necessárias para que a diabetes seja tratada.

O que a insulina faz

A insulina tira o açúcar que está no sangue e põe esse açúcar dentro das células.

Porém, quando uma pessoa tem diabetes, esse processo não acontece.

Na diabetes ocorre uma redução na produção de insulina ou uma resistência do organismo.

Portanto, a insulina funciona como uma chave para que a glicose entre nas células e seja usada como fonte de energia.

8 alimentos que diabéticos não devem comer

  • Frituras
  • Geleias
  • Mel
  • Refrigerantes
  • Bolos
  • Biscoitos
  • Chocolate
  • Alimentos processados.

É importante você saber que não existe uma proibição em relação ao consumo das frutas.

O que acontece é que, como elas são fontes de frutose ( que é um carboidrato que pode influenciar na quantidade de açúcar no sangue) é preciso estar atento à quantidade ingerida.

As principais são: ameixa em calda, polpa de açaí, abacaxi, frutas secas, melancia e melão.

Mas calma. Não precisa se desesperar. Tem muita coisa boa que você pode comer.

12 Alimentos que diabéticos podem comer

  • Pera
  • Morango
  • Queijo minas
  • Aveia
  • Lentilhas
  • Verduras
  • Leite desnatado
  • Alimentos integrais
  • Laranja
  • Ovo
  • Canela
  • Batata-doce.

Além desses existem outros alimentos que os diabéticos podem ingerir sem comprometer o tratamento da doença.

E acredite. É muito importante tratar a diabetes, pois quando não tratada ela pode trazer sérios problemas para a sua saúde.

Complicações da diabetes

  • Neuropatia diabética
  • Problemas nos olhos
  • Problemas renais
  • Doenças cardíacas
  • AVC
  • Pé diabético
  • Dermopatia diabética.

Você que não é diabético deve ficar atento, pois de acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes, hoje existem cerca de 40 milhões de pré-diabéticos no Brasil.

Pré-diabetes

A pré-diabetes é caracterizada quando os valores glicêmicos, ou seja, o açúcar no sangue já está um pouco elevado (acima de 99 mg/dl).

Nesse caso é necessário também readequar a alimentação diminuindo o consumo de açúcar e dando preferência aos alimentos com fibras.

A importância das fibras para diabéticos

As fibras fazem com que o açúcar vá mais lentamente para o sangue.

Com isso, existe um controle melhor do índice glicêmico.

Ou seja, a quantidade de açúcar no sangue é controlada.

Alimentos integrais, frutas, legumes e verduras são excelentes fontes de fibras.

Alimentos crus ou com casca, como maçã, cenoura e pera são boas opções de fibras.

Tratamento

O tratamento é feito através da readequação alimentar, aliada a medicamentos e prática de atividades físicas.

Quanto mais você regular sua alimentação e colocar seu corpo em movimento, menos você vai precisar de medicamentos.

Lembre-se de consultar regularmente a endocrinologista na Camim mais próxima de você para cuidar da sua saúde.

Venha fazer parte dessa família.

Planos a partir de R$72

 

Tenha o melhor custo beneficio. Simule aqui o valor do seu plano.

Venha fazer parte dessa família.

Planos a partir de R$72

 

Tenha o melhor custo beneficio. Simule aqui o valor do seu plano.