Solidão: Um sentimento que traz malefícios à saúde

Solidão: Um sentimento que traz malefícios à saúde

A solidão pode ser definida como um estado de isolamento total, tristeza contínua e desamparo. Por isso, é extremamente saudável ter uma vida social ativa, principalmente na velhice, já que essas sensações podem estar ligadas ao aumento de doenças e mortes prematuras.

Uma pesquisa feita nos Estados Unidos mostrou que o sentimento de solidão pode fazer tão mal à saúde quanto a obesidade, o sedentarismo e o fumo. Além disso, depressão, crises de ansiedade, hipertensão, diabetes, distúrbios do sono e AVC (acidente vascular cerebral) também estão associadas à solidão.

 

 

Então, para fugir do isolamento social e manter a saúde em dia, busque estar sempre rodeado de amigos, familiares e colegas de trabalho, porque, assim, haverá mais interação e trocas de experiências, o que aumentará significativamente a sensação de bem-estar. 

Além disso, especialistas ressaltam que manter uma vida social ativa pode favorecer a liberação no organismo do hormônio que reduz o estresse emocional, chamado de oxitocina.

Pensando em melhorar a sua saúde física e mental e tornar a sua vida social mais ativa, separamos algumas dicas essenciais:

  • Participe de grupos de pessoas da sua faixa etária e que discutam temas do seu interesse;
  • Explore os seus hobbies e tente descobrir coisas novas pelas quais você se interesse, como pintura, escrita, literatura;
  • Procure trabalhos voluntários com objetivos que te causem satisfação;
  • Separe um tempo para ter mais convivência com as pessoas que você ama, como a família e os amigos;
  • Pratique atividades físicas em grupos;
  • Lembre-se sempre que estar sozinha não é sinônimo de solidão.