Todos os estágios da doença de diabetes fazem muito mal para saúde e podem causar outros tipos de doenças em nosso organismo.

Todas as classificações da doença de diabetes podem trazer problemas graves para a saúde, tanto a pré-diabetes, diabetes tipo 1, diabetes tipo 2 e a diabetes gestacional. Cada classificação da diabetes atinge o corpo de uma maneira diferente, e quanto mais avançado estiver o estágio da doença, mais problemas para a saúde ela pode causar.

A doença de diabetes precisa ser detectada cedo, mas nem sempre isso ocorre com agilidade. Isso acontece porque quanto antes a doença for diagnosticada, mais cedo o tratamento começa e menos riscos o paciente corre de agravar o seu estado de saúde.

Os efeitos da diabetes pelo corpo são diversos e alguns deles podem ser bem graves. Se o problema for bem controlado, é bem possível que todos os efeitos negativos não sejam tão evidentes e incômodos.

Quando a doença é identificada de forma tardia, isso pode acarretar consequências bastante sérias no organismo como um todo. Esses efeitos costumam aparecer a longo prazo e os primeiros alvos são os vasos sanguíneos e os nervos. Dependendo do caso, o corpo todo pode sofrer graves consequências.

Os danos que ocorrem em longo prazo da doença de diabetes são chamados de “complicações do diabetes”. Se uma pessoa com diabetes controla seu problema mantendo sua glicemia em equilíbrio, juntamente a seu nível de colesterol e pressão sanguínea, o corpo pode escapar das complicações mais graves sem nenhum problema.

Alguns fatores que ajudam no controle de diabetes são: evitar fumar; evitar a ingestão de álcool em grandes quantias; praticar exercícios físicos de forma regular e adotar uma dieta balanceada e saudável.

Baixe este guia rápido sobre Diabetes

Efeitos da doença de diabetes no corpo

A doença de diabetes causa diversos efeitos nos órgãos do corpo se negligenciada. Alguns desses efeitos são:

  • Retinopatia diabética – Um dos efeitos mais comuns da doença de diabetes é a retinopatia diabética. Esse é um problema sério que quando não tratado corretamente, pode levar a cegueira ou deslocamento de retina.

A retinopatia diabética ocorre devido aos danos que acontecem nos vasos sanguíneos próximos as retinas que incham e extravasam o sangue. O problema de diabetes eleva as taxas de açúcar na corrente sanguínea, provocando um quadro de pressão alta.

É preciso que as pessoas que sofrem de diabetes tentem controlar a doença através de tratamentos adequados para que as taxas de açúcar no sangue fiquem devidamente controladas. A retinopatia é uma doença que passa por avanços lentos, porém devastadores.

Muitas pessoas descobrem que tem a doença de diabetes quando aparecem outros problemas de saúde pelo corpo. Algumas sintomas da retinopatia são:

  • Visão embaçada;
  • Dores nos olhos;
  • Perda da visão;
  • Perda da visão noturna;
  • Visão dupla;
  • Mudanças repentinas na visão;
  • Enxergar pontos negros à frente.
  • Nefropatia diabética – Um dos efeitos mais comuns da doença de diabetes é a nefropatia diabética. O termo é utilizado quando ocorre à deterioração do funcionamento normal dos rins. Esse problema atinge pelo menos 40% dos diabéticos.

 

Se a nefropatia não for cuidada, ela pode levar a falência dos rins. Nesse caso, somente um transplante resolveria o problema. A nefropatia pode levar até 20 anos para entrar em seu estágio avançado e chegar a falência dos rins, então é necessário tomar os devidos cuidados para evitar um agravamento da situação.

A principal causa da nefropatia é a hipertensão (pressão alta), por isso é fundamental sempre checar e controlar a pressão sanguínea.

Os sintomas da nefropatia demoram a aparecer e fica difícil conseguir identificar o problema no seu estágio inicial. É recomendado que pessoas com diabetes façam exames regulares e sempre fiquem de olho em sua saúde. Os sintomas mais comuns da nefropatia são:

  • Inchaço dos membros inferiores, como tornozelos, pés, pernas e das mãos, isto ocorre devido à retenção de água no corpo;
  • Falta de ar ao realizar qualquer atividade cotidiana;
  • Urina escura e muitas vezes com sangue;
  • Cansaço;
  • Náusea e vômitos.
  • Neuropatia diabética – Já no sistema nervoso, o efeito colateral mais comum de se identificar é a neuropatia diabética, caracterizada como um dano nos nervos. Os nervos são fontes de energia em nosso corpo, levando sinais elétricos de uma parte do corpo para a outra.

Por exemplo, quando sentimos dor quer dizer que os nervos estão transmitindo informações até o cérebro. As neuropatias podem ser bem dolorosas e são consideradas um dos piores efeitos da doença de diabetes.

A neuropatia ocorre quando as pessoas diabéticas deixam a taxa de açúcar no sangue atingir níveis muito altos. A glicemia se eleva demais e danifica os vasos sanguíneos, e como consequência os próprios nervos são diretamente afetados.

Alguns dos sintomas deste problema são:

  • Falta de sensibilidade e formigamento nas mãos e pés;
  • Suor excessivo;
  • Sensação constante de queimadura em alguma região do corpo;
  • Dores fortes, espasmos em certas regiões do corpo;
  • Falta de estimulo nos órgãos sexuais.

É preciso ficar alerta aos efeitos que a doença de diabetes causa, pois o seu avanço pode prejudicar e muito a nossa saúde e levar a falência de diversos órgãos do corpo, além de desencadear outros tipos de doenças graves.

A CAMIM sempre está pronta para te atender e manter sua saúde em dia. Acompanhe nosso blog e fique por dentro de todas as novidades que vão te ajudar a garantir uma saúde ainda melhor!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *